Se encuentra usted aquí

Publicado en: 04/06/2014

Congresso em Portugal vai debater sobre os desafios da saúde respiratória

imprimirimprimir 
  • Facebook

As doenças respiratórias estão entre as maiores causas de morte no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Nos dias 5 e 6 de junho acontece a 5ª edição do Congresso de Saúde Respiratória da Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP), em Lisboa, que abordará propostas para vencer os desafios que a área enfrenta no país.

O evento vai discutir temas como a 'Telemedicina na Gestão da doença respiratória crônica' e a 'Reabilitação Respiratória'. A patologia respiratória do sono, o câncer de pulmão e o impacto das pneumonias em Portugal também serão assuntos abordados ao longo desses dois dias.

De acordo com o presidente da FPP, Teles de Araújo, "a realidade das doenças respiratórias em Portugal levanta inúmeros desafios que tornam difícil diminuir o seu impacto e garantir aos doentes uma melhor qualidade de vida".

Estudos da Fundação constatam que cerca de 14 mil pessoas morreram no país em decorrência dessas doenças em 2012. Além disso, estima-se que, em 2020, as doenças respiratórias sejam responsáveis, no mundo, por cerca de 12 milhões de mortes anuais, atribuindo-se à doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) mais de três milhões de óbitos. A DPOC é uma das doenças respiratórias mais comuns e que afeta cerca de 14% da população portuguesa com mais de 40 anos.

Añadir nuevo comentario