Se encuentra usted aquí

Publicado en: 05/06/2014

Livro discute a segurança alimentar e nutricional nos países da CPLP

imprimirimprimir 
  • Facebook

A fome, assim como a insegurança alimentar e nutricional, ainda assola grande parte dos países do mundo. Foi pensando nisso que, em parceria com o Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) de Portugal, o Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do Brasil está lançando o livro 'Segurança Alimentar e Nutricional na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa: desafios e perspectivas'. A publicação é produto da Oficina 'Segurança Alimentar e Nutricional na Lusofonia – Novos desafios para o PECS', realizada em abril de 2012, durante o Congresso Mundial de Nutrição, no Rio de Janeiro.

O livro se divide em três partes. A primeira, denominada 'Bases', faz um panorama da segurança alimentar e nutricional na sua trajetória histórica, inclusive no âmbito da CPLP. Em um segundo momento, a publicação discute 'Politicas, Programas e Iniciativas' em diferentes países da Comunidade, procurando fazer uma análise crítica dessas iniciativas. Por fim, em sua terceira parte, apresenta as 'Perspectivas' referentes ao tema em sua dimensão internacional, inserção em cooperação e agenda internacional futura.

O evento de lançamento oficial aconteceu em Lisboa, em dezembro de 2013, como parte da comemoração do aniversário do IHMT. No Brasil, o livro será lançado no próximo dia 9 de junho (segunda-feira), às 10h30 (de Brasília), no Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), no Rio de Janeiro. Estarão presentes os autores da obra: Rosana Magalhães (Ensp); Luiz Eduardo Fonseca (Cris/Presidência); Renato Maluf (UFRRJ); e Luciene Burlandy (UFF). Eles falarão sobre a iniciativa de produzir um livro a partir de artigos escritos durante a oficina.

Ideia da publicação surgiu a partir de oficina

Durante a oficina, que foi realizada no Congresso Mundial de Nutrição, representantes de Angola, Cabo Verde, Portugal e Brasil trocaram experiências sobre a questão nutricional que os atormenta há anos. Um dos pontos acordados com todos os participantes foi que seu produto final pudesse ser compilado no formato de uma publicação.

Através do livro, faz-se uma chamada de atenção para a importância que a cooperação internacional poderá e deverá assumir em um futuro orientado por princípios de desenvolvimento sustentável com metas de acesso universal aos cuidados de saúde e de erradicação da fome.

 

 

Añadir nuevo comentario