Você está aqui

Publicado em: 23/06/2021

Ciclo de oficinas 'Os desafios da formação de técnicos de saúde durante a pandemia'

imprimirimprimir 
  • Facebook

A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venancio (EPSJV/Fiocruz), como Centro Colaborador da OPAS/OMS para a Educação de Técnicos de Saúde, em cooperação com a Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde (RETS), a Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos em Saúde e a Rede de Escolas Técnicas de Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (RETS-CPLP), está lançando o Ciclo de oficinas 'Os desafios da formação de técnicos de saúde durante a pandemia'.

O propósito da iniciativa é gerar um espaço de intercâmbio, reflexão, aprendizado e formulação de propostas sobre as experiências concretas de como diferentes instituições formadoras enfrentaram esses desafios e alcançaram seus objetivos.

A proposta considera que, tendo passado um ano e meio desde o início da pandemia do Covid-19, as instituições que formam técnicos de saúde em todos os países do mundo tiveram que modificar e adaptar suas formas de ensino e aprendizagem durante esse período excepcional, com impactos significativos em diversas áreas, não apenas aquelas relacionadas às questões pedagógicas, mas também às práticas docentes, ao uso das TIC e aos cenários das práticas profissionalizantes.

A primeira oficina do ciclo abordará a questão das 'práticas profissionalizantes', que não podem ser realizadas virtualmente. Como as instituições estão lidando com essa dificuldade em seus diferentes aspectos? Que soluções foram dadas para que esses técnicos, cujo papel nos sistemas nacionais de saúde é fundamental, possam entrar bem preparados no mundo do trabalho e em uma época de muitas exigências, como a pandemia? Como enfrentar as dificuldades para manter o número de egressos dos cursos técnicos e manter a qualidade da formação? Essas são algumas das perguntas a serem respondidas a partir do primeiro encontro.

A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) é uma instituição técnico-científica da Fiocruz que realiza atividades de ensino, pesquisa e cooperação no campo da educação profissional em saúde. Como Centro Colaborador da Opas/OMS, tem promovido a cooperação internacional considerando que o trabalho em rede é uma das ferramentas que permite reunir os esforços de pessoas e instituições que compartilham ideias e ações para enfrentar desafios comuns, tais como a formação de técnicos de saúde no contexto da Pandemia de Covid-19.  AS oficinas são fruto de uma parceria da EPSJV/Fiocruz com a Rede Internacional de Educação de Técnicos de Saúde (RETS), a Rede de Escolas Técnicas de Saúde da CPLP (RETS-CPLP) e a Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos de Saúde (RIETS).

Nossos convidados

Na abertura do evento, estarão presentes Hernán Sepúlveda, Assessor de Recursos Humanos para a Saúde do Escritório Sub-regional para a América do Sul da Opas/OMS, e Anamaria D'andrea Corbo, diretora da EPSJV/Fiocruz. O debate, mediado por Gerardo Arturo Medina, do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENA - Colômbia), reunirá a professora Ana Almeida, da Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Lisboa (ESTeSL - Portugal) e Gabriel Muntaabski, do Instituto Nacional de Educação Tecnológica (INET), que coordena o Programa Nacional de Formação em Enfermagem do Ministério da Educação, Cultura e Ciência e Tecnologia da Argentina. 

A apresentação geral estará por conta de Sebastián Tobar, do Centro de Relações Internacional em Saúde (Cris) da Fiocruz. A relatoria final do debate será realizada po Carlos Eduardo Batistella, atual coordenador de Cooperação Internacional da EPSJV. 

Sobre o Ciclo de Oficinas

As oficinas serão realizadas a cada 45 ou 60 dias, em português e espanhol, com uma duração de duas horas. A proposta é a apresentação, em cada oficina, de experiências realizadas pelos membros das redes, a fim de permitir a divulgação, reflexão e debate priorizando o intercâmbio entre os presentes. Com base nas questões discutidas, serão definidos tópicos de interesse para as próximas oficinas. A proposta é que, como produto do Ciclo de Oficinas, seja elaborado e divulgado um documento resumindo as principais questões apresentadas. Tal documento, que poderá ser complementado com os vídeos que estarão disponíveis na Internet, pode se constituir em uma ferramenta a ser utilizadas como base para suas estratégias de formação. O evento conta com apoio do Cris/Fiocruz, da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz e da Opas/OMS.

Participe desse esforço, enviando para o e-mail da RETS (rets.epsjv@fiocruz.br) perguntas para a primeira oficina e sugestões de temas para as posteriores.

Data: 6 de julho de 2021
Horário: das 10h às 12h (Hora de Brasília)

Links para os vídeos do evento (YouTube da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz):

Comentar