Você está aqui

Publicado em: 13/06/2014

Ciclo Webinar: A Saúde na Agenda de Desenvolvimento pós-2015

imprimirimprimir 
  • Facebook

No próximo dia 19 de junho, às 11h, o Centro de Estudos sobre Diplomacia em Saúde Global (CEDISAG), da Universidade ISALUD, convoca a Conferência ‘A Saúde na Agenda de Desenvolvimento pós-2015: desafios nacionais e globais’. O evento, com direção de Sebastián Tobar, terá duração de 40 minutos e levará informação gratuita para todos os inscritos através de Webinar.

 

Destinatários:

A conferência está direcionada à um conjunto amplo de profissionais e estudantes de diferentes disciplinas que tenham relações com políticas e estratégicas de desenvolvimento, tanto de setores públicos e privados quanto de instituições acadêmicas, organizações não governamentais e sociedade civil.

Objetivos do Webinar
  • Apresentar o enfoque de Determinação Social em Saúde, considerando a relação entre desenvolvimento sustentável e saúde.
  • Analisar os dados institucionais globais sobre Saúde e Desenvolvimento Sustentável, analisando o posicionamento da saúde.
  • Identificar a necessidade de uma diplomacia na saúde para influir na Agenda de Desenvolvimento Sustentável e defender os determinantes da saúde.
  • Promover a compreensão de um dos grandes temas de onde vem trabalhando a ‘Diplomacia na Saúde Global’, promovendo o interesse acadêmico, político e profissional.
Antecedentes do tema: A saúde na Agenda de Desenvolvimento pós-2015

Próximos a chegar em 2015, um dos principais debates e áreas de trabalho da Diplomacia em Saúde tem sido vinculado à Agenda pós-2015 e o papel da saúde.

A saúde teve uma importante presença na Agenda do Milênio (2000-2015), constituindo três dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), acordados na Câmara do Milênio do ano de 2000 (redução da mortalidade infantil, redução da mortalidade materna e combate à AIDS e doenças como Malária, Tuberculose...). No processo de definição da Agenda, a saúde continua sendo objeto de atenção, conforme se pode concluir no Documento final da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (RIO+20). Assim como os demais ODM (redução da pobreza, ensino básico universal, igualdade entre os sexos e autonomia das mulheres, sustentabilidade ambiental e estabelecimento de uma aliança mundial para o desenvolvimento) têm um impacto sobre a saúde por serem determinantes sociais e ambientais.

Nesta apresentação será analisada a presença da saúde da Agenda de Desenvolvimento pós-2015, com foco especial no processo que transcorreu entre Rio +20 e a AGNU de 2013, assim como as projeções até 2015.

Sobre Sebastián Tobar

A conferência será realizada por Sebastián Tobar, investigador do CEDISAG/ISALUD. Ele tem uma trajetória de mais de 19 anos em saúde em investigação, consultoria e gestão em saúde. Sociólogo, mestre em saúde pública na área de concentração de políticas públicas da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e tem desenvolvido o Programa de Formação em Saúde Internacional da Organização Pan-americana em Saúde. Além de ser pesquisador do Centro de Relações Internacionais em Saúde (CRIS/Fiocruz).

Inscreva-se aqui

 

Comentar