Você está aqui

Publicado em: 01/10/2019

Dia Internacional do Idoso: OMS lança aplicativo digital para melhorar o atendimento ao idoso

imprimirimprimir 
  • Facebook

Por ocasião do Dia Internacional do Idoso, comemorado em 1º de outubro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) está disponibilizando um conjunto de ferramentas, incluindo um aplicativo digital para ajudar os assistentes sociais e de saúde a prestar melhores cuidados aos idosos.

O aplicativo digital interativo inovador conhecido como WHO ICOPE Handbook App fornece orientações práticas para abordar várias condições prioritárias, como limitações de mobilidade, desnutrição, perda de visão e audição, comprometimento cognitivo, sintomas depressivos e atenção e apoio social Utilizado em conjunto com outras ferramentas que incluem um novo manual, o aplicativo acelerará o treinamento dos assistentes sociais e de saúde para melhor atender às diversas necessidades dos idosos.

“É essencial que os benefícios universais da assistência médica incluam serviços para idosos. Ao mesmo tempo, é necessária uma boa coordenação entre os serviços de saúde e sociais para oferecer um atendimento ideal quando necessário. O novo conjunto de ferramentas promove o envelhecimento saudável com um modelo de atendimento coordenado e centrado nas pessoas ”, diz o Dr. Anshu Banerjee, diretor do Departamento de Saúde da Mãe, Recém-Nascido, Criança e Adolescente e Envelhecimento da OMS.

A população mundial está envelhecendo a um ritmo acelerado. Até 2050, uma em cada cinco pessoas terá mais de 60 anos. O número de pessoas com mais de 80 anos deve triplicar, de 143 milhões em 2019 para 426 milhões em 2050. Embora cada pessoa idosa seja diferente, sua capacidade física e mental tende a diminuir com a idade.

"Essa inovação permitirá que os idosos continuem fazendo as coisas que valorizam e evitem seu isolamento social e dependência de cuidados", diz a Dra. Islene Araujo de Carvalho, líder do grupo da OMS sobre envelhecimento e atendimento integrado. «Intervir próximo ao local onde os idosos vivem, com a participação ativa da comunidade e dos próprios idosos, é essencial para um plano de atendimento personalizado.»

O conjunto abrangente de ferramentas de cuidados para idosos é o resultado de dois anos de ampla consulta com os principais especialistas e partes interessadas, incluindo representantes da sociedade civil.

A Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável reconhecem que o desenvolvimento só pode ser alcançado se incluir pessoas de todas as idades. O empoderamento do idoso e a facilitação de sua plena participação e inclusão social em um bom estado de saúde são formas de reduzir as desigualdades.

1 Comment

Páginas

Comentar