Você está aqui

Notícias

  • 29/07/2019 - Novo estudo da OMS, publicado em 26 de julho, estima os gastos para atingir metas globais de eliminação das Hepatites. A pesquisa se baseia em cálculos de investimentos necessários para alcançar as 16 metas relacionadas à saúde dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em países de baixa e média renda. Saiba mais.
  • 26/07/2019 - A Organização Mundial da Saúde divulgou em abril deste ano novas recomendações sobre 10 maneiras pelas quais os países podem usar a tecnologia de saúde digital – acessível via telefones celulares, tablets e computadores – para melhorar a saúde das pessoas e os serviços essenciais. De acordo com o diretor da OMS, "as tecnologias digitais não são fins em si mesmas; são ferramentas vitais para promover a saúde, manter o mundo seguro e servir aos vulneráveis".
  • 26/07/2019 - Você sabia que a tuberculose é a principal causa de morte entre as pessoas infectadas pelo HIV,  com risco 27 vezes maior de contrair a doença que a população geral? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2017 foram registrados dez milhões de novos casos da doença no mundo e 300 mil mortes apenas entre Pessoas Vivendo com HIV/Aids (PVHA). O estudo tem como um de seus coautores Rodrigo Escada, pesquisador do Laboratório de Pesquisa Clínica em DST e Aids, no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz). A pesquisa foi conduzida também em outros 44 centros de 10 países da África, Ásia, Américas e Caribe, acompanhando três mil voluntários com infecção pelo HIV.
  • 26/07/2019 - A inovação científica tem garantido um progresso sem precedentes no combate ao HIV/Aids, mas os países devem repensar sua resposta para pôr fim à epidemia até 2030. O alerta foi feito pela diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa Etienne, na 10ª Conferência da IAS sobre Ciência do HIV, IAS 2019. O evento organizado pela Sociedade Internacional de Aids terminou na quarta-feira, dia 24, na Cidade do México. Carissa tab afirmou que “a ciência tem guiado a inovação rumo a um progresso sem precedentes na resposta a uma doença infecciosa que, até pouco tempo, representava uma ameaça à vida de muitas pessoas", mas que, apesar disso, “o mundo não está a caminho de alcançar o objetivo de eliminar a Aids como uma ameaça para a saúde pública até 2030”.
  • 23/07/2019 - A Organização Mundial da Saúde, OMS, recomenda o uso do medicamento dolutegravir, conhecido como DTG, para o HIV como o tratamento de primeira linha para todas as populações, incluindo mulheres grávidas e em idade fértil. A recomendação é feita depois de serem conhecidos novos dados sobre os benefícios e riscos do DTG. Estudos iniciais tinham uma possível ligação com defeitos congênitos do cérebro e da medula espinhal.
  • 15/07/2019 - Agências das Nações Unidas alertam para uma estagnação perigosa das taxas globais de vacinação; causas principais são conflitos, desigualdade e complacência; novos dados incluem vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano.
  • 02/07/2019 - De acordo com relatório publicado no último mês, três quartos das pessoas que vivem com epilepsia em países de baixa renda não recebem o tratamento de que precisam, aumentando o risco de morrer de forma prematura e condenando muitos a uma vida de estigma.
  • 28/06/2019 - Cerca de 35 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de transtornos causados por uso de drogas e apenas uma em cada sete pessoas recebe tratamento. As conclusões são do Relatório Mundial sobre Drogas 2019, divulgado pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc. Segundo o novo levantamento, apenas uma em cada sete pessoas recebe o tratamento necessário.
  • 28/06/2019 - Um novo relatório sobre as desigualdades no acesso à água, saneamento e higiene também revela que em mais da metade do mundo não há acesso a serviços de saneamento seguro. O documento do Programa Conjunto de Monitoramento, Progresso na Água Potável, Saneamento e Higiene: Foco especial nas desigualdades, indica que, embora tenha havido progresso considerável na obtenção do acesso universal à água básica, saneamento e higiene, há enormes lacunas na qualidade dos serviços prestados.
  • 28/06/2019 - A Organização Mundial da Saúde alerta que resistência antimicrobiana é “um dos maiores riscos para a saúde”. Mais de 50% dos antibióticos, em muitos países, são usados de forma inadequada. Por isso, a ferramenta “AWaRe” foi desenvolvida pela Lista de Medicamentos Essenciais da OMS para conter a crescente resistência aos antibióticos e tornar o seu uso mais seguro e eficaz. Saiba mais!

Páginas