Você está aqui

Publicado em: 03/07/2014

Costa Rica inicia projeto para reativar a RETS na América Central e Caribe

imprimirimprimir 
  • Facebook

A Escola de Tecnologias em Saúde da Universidade da Costa Rica (ETS/UCR), que sediou a primeira Secretaria Executiva da RETS, está dando andamento a um projeto de reativação e funcionamento da RETS na região da América Central e Caribe. A iniciativa, que está sendo coordenada pela diretora da Escola, Xínia Alvarado Zeledón, visa recriar um espaço que permita compartilhar e trocar experiências e conhecimentos relacionados aos âmbitos acadêmico e laboral; enriquecer a formação, ampliando o aprendizado técnico em saúde em toda a região; desenvolver projetos conjuntos de pesquisa e ação social relacionados às tecnologias de saúde, além de contar com um interlocutor regional para atrair a cooperação internacional para o desenvolvimento na área.

Na opinião de Paulo César de Castro Ribeiro, diretor da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), atual Secretaria Executiva da Rede, o projeto está em perfeita sintonia com as discussões realizadas durante a 3ª Reunião Geral da Rede, realizada em Recife, em novembro de 2013, e merece todo apoio. “Na ocasião, por conta do esvaziamento da iniciativa na América Central e no Caribe, devido ao afastamento, por razões distintas, de várias instituições membros, inclusive algumas daquelas que criaram a Rede em 1996, foi aprovada uma proposta para o fortalecimento da RETS nessa sub-região das Américas. Vamos torcer para que o projeto tenha sucesso e todos possam ganhar com isso”, disse.

A criação, em 2009, das Redes de Escolas Técnicas da Unasul e da CPLP tem desempenhado um importante papel no fortalecimento da RETS na América do Sul e na África de Língua Portuguesa. Nesse sentido, a conformação de uma nova sub-rede pode ser um bom caminho para consolidar a RETS na América Central e no Caribe, contribuindo para o estabelecimento de políticas públicas que, por meio da melhoria da educação de técnicos em saúde, possam fortalecer sistemas nacionais de saúde comprometidos com as necessidades de saúde das populações. 

Neste momento, a ETS/UCR está localizando as principais instituições de formação de tecnólogos em saúde na região e, posteriormente, ainda no segundo semestre desse ano, irá realizar um evento para discutir a reativação da rede.

Comentar