Você está aqui

Publicado em: 05/06/2018

Brasil é eleito para a presidência do Conselho Executivo da OMS

imprimirimprimirenviar por e-mailenviar por e-mail
  • Facebook

No dia 28 de maio, durante a 143a Sessão do Conselho Executivo (EB143) da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil foi escolhido para ocupar a presidência do Conselho, órgão diretivo da Organização, no período de 2018/2019. O país não ocupava essa posição desde 1961. O cargo será exercido pela Representante Permanente do Brasil junto à ONU em Genebra, embaixadora Maria Nazareth Farani de Azevêdo.

O Brasil tem exercido atuação protagonista e de liderança na Organização, sobretudo na defesa do acesso universal a medicamentos e a serviços de saúde. No exercício da presidência do Conselho Executivo, o Brasil terá a oportunidade de coordenar a discussão multilateral dos principais temas de saúde em sintonia com os objetivos da Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável.

A OMS, que existe desde 1948, tem como missão elevar os padrões sanitários e de bem-estar da população mundial, coordenando os esforços internacionais para a prevenção, o controle e o tratamento de doenças, supervisionando o intercâmbio de informações epidemiológicas entre os países membros e realizando pesquisas em diversos campos da área de saúde.

O Conselho Executivo da OMS é composto por 34 membros, eleitos entre os membros da Organização, para mandatos de três anos. O Brasil ocupa mandato no Conselho no triênio 2017-2020. Na reunião anual realizada em janeiro, os membros do Conselho deliberam sobre o programa e os assuntos a serem debatidos por todos os 194 membros da OMS na Assembleia Mundial da Saúde, realizada em maio.

 

Comentar