Você está aqui

Publicado em: 21/01/2016

Isags debate contribuições ao Painel de Alto Nível sobre Medicamentos da ONU

imprimirimprimirenviar por e-mailenviar por e-mail
  • Facebook
Isags

No dia 14 de janeiro, a chefe de gabinete do Isags, Luana Bermudez e a consultora técnica sobre complexo industrial da saúde e regulação Mônica Sutton participaram de uma reunião, convocada pela Fiocruz, para debater possibilidades de contribuições que serão levadas ao Painel de Alto Nível das Nações Unidas sobre o Acesso a Medicamentos. Inaugurada no último dia 11 de dezembro, a iniciativa promove um debate sobre as contradições entre as necessidades da saúde pública e o comércio internacional, além da questão das patentes.

Nesse contexto, a codiretora do Painel Ruth Dreifuss, abriu uma convocatória para contribuições de países, instituições de pesquisa, ONGs, empresas, especialistas jurídicos e grupos organizados de pacientes. “Gostaria de encorajar o maior número possível de partes interessadas a fazer contribuições e participar no trabalho do Painel”, declarou Ruth em um vídeo divulgado no site da iniciativa. “O engajamento ativo será fundamental para que possamos formular recomendações sobre a promoção de inovação e acesso à tecnologia, de modo que se assegure a saúde e o bem-estar para todos, o que é um dos Objetivos de Desenvolvimentos Sustentáveis (ODS)”.

Entre os especialistas indicados para o Painel e Grupo Consultor estão quatro representantes da América do Sul: dois brasileiros, o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Jorge Bermudez e o ex-chanceler Celso Amorim; e dois argentinos, o professor da Universidade de Buenos Aires e consultor do South Centre Carlos Correa e Maria Lorena di Giano, diretora executiva da Fundação Grupo Efecto Positivo e coordenadora geral da RedLam-FGEP.

O Isags e o Gaumu já haviam participado de uma reunião para debater o tema dias antes do lançamento do Painel e o objetivo agora é debater as possibilidades as propostas, que devem ser submetidas até 18 de fevereiro.

As duas estruturas do Conselho de Saúde da Unasul vêm trabalho ativamente no tema, com projetos em andamento, como o Banco de Preços do bloco sul-americano, e em eventos, como areunião sobre avaliação de tecnologias em saúde ocorrida em dezembro na sede do Instituto.

Comentar