• 16/12/2015 - O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, descreveu o Acordo de Paris como “uma vitória para os povos, para o bem comum e para o multilateralismo”. Países se comprometeram a reduzir emissões.
  • 14/12/2015 - As novas estimativas da Opas apontam um aumento notável do número de países que estão avançando na eliminação da malária. Nos últimos 14 anos, os esforços da prevenção têm permitido salvar, em muitos países africanos, milhões de dólares em custos de atenção médica.
  • 09/12/2015 - O relator especial das Nações Unidas para o direito humano à água segura e ao saneamento básico instou o governo brasileiro, nesta terça-feira (8), a assegurar o acesso à água segura e ao saneamento às pessoas afetadas pelo rompimento catastrófico de uma barragem de rejeitos em Mariana.
  • 09/12/2015 - Em setembro de 2015, a Assembleia Geral das Nações Unidas estabeleceu o dia 9 de dezembro como o Dia Internacional para a Comemoração e Dignidade das Vítimas do Crime de Genocídio e da Prevenção da Criminalidade. A data de 9 de dezembro é o aniversário da adoção da Convenção sobre o Genocídio, aprovada em 1948.
  • 08/12/2015 - O investimento de recursos públicos para atingir uma saúde universal é uma necessidade social, política e econômica que não deve mais ser adiada, afirmaram hoje os participantes de um fórum organizado pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial de Saúde (Opas/OMS), no âmbito do Dia da Cobertura Universal da Saúde, realizada no dia 12 de dezembro.
  • 07/12/2015 - A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) estimulou os seus países membros a manterem a sua capacidade de detectar o vírus Zika e preparar seus serviços de saúde com a perspectiva de um aumento na demanda por estes serviços em um alerta epidemiológico emitido em 1º de Dezembro. A Organização também pediu para que os países redobrem os seus esforços para reduzir a presença do mosquito transmissor da zika.
  • 04/12/2015 - A primeira estimativa da carga global de doenças transmitidas por alimentos mostra que quase uma em cada dez pessoas adoecem a cada ano a partir da ingestão de alimentos contaminados, enquanto 420 mil morrem por essas doenças. As crianças menores de cinco anos correm um risco particularmente elevado e 125 mil morrem anualmente por doenças transmitidas por alimentos. As regiões da África e Sudeste da Ásia têm a maior carga de doenças transmitidas por alimentos.
  • 04/12/2015 - ?Especialistas da Opas/OMS, da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional, o Banco Mundial, o Ministério da Saúde do Chile e a Casa Branca se reuniram na Organização Pan-americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) e destacaram os progressos significativos que foram alcançados em termos de resposta nacional e internacional à violência contra as mulheres. No entanto, eles também notaram que será necessário que, tanto o setor da saúde, como os outros setores, fortaleçam as iniciativas e permaneçam para acabar com a epidemia mundial de violência contra as mulheres.
  • 03/12/2015 - A fim de reforçar as capacidades do setor da saúde nos países da América Latina e do Caribe, para atingir, em 2030, o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) sobre a saúde, a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) desenvolveu um workshop regional em Medellín, na Colômbia. A atividade também serviu para que se avance na preparação de um roteiro regional para implementar a Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável do ponto de vista da saúde e para lançar Rede Pan-Americana de soluções para o desenvolvimento sustentável e a igualdade na saúde.  
  • 25/11/2015 - Nesta semana, realiza-se o primeiro encontro do Programa de Fortalecimento da Cooperação para o Desenvolvimento da Saúde nas Américas, no Palácio Itaboray, que fica na cidade de Petrópolis, no Brasil. O Departamento de Relações Externas, Alianças e Mobilização de Recursos (ERP) da Organização Panamericana de Saúde/Organização Mundial de Saúde (Opas/OMS), com o apoio da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), está desenvolvendo um programa para fortalecer a capacitação de representantes dos gabinetes de relações internacionais (Oris) dos ministérios da saúde na região, bem como agentes de Cooperação Internacional em Saúde, no âmbito da Política de Cooperação para o Desenvolvimento da Saúde, que foi aprovada durante o 52º Conselho Executivo da Opas em setembro de 2013.

Páginas