• 11/02/2022 - Iniciativa Acelerar o Acesso a Ferramentas da Covid-19, ACT, quer ampliar testagem, vacinas, tratamentos e equipamentos de proteção pessoal; secretário-geral da ONU, António Guterres, está otimista com fim da fase emergencial em 2022 e com a recuperação econômica.
  • 21/01/2022 - Com o aumento das infecções nas Américas e a demanda por testes de diagnóstico mais alta do que nunca, a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Carissa F. Etienne, pediu aos países que priorizem testes rápidos de antígeno para as pessoas com sintomas, que são as que correm maior risco de espalhar a doença.
  • 21/01/2022 - O Grupo Consultivo Estratégico de Peritos em Imunização (SAGE) da Organização Mundial de Saúde (OMS) atualizou as suas orientações sobre doses de reforço e vacinação em crianças à luz do aumento da oferta e cobertura de vacinas, novas provas sobre a necessidade de doses de reforço, e a evolução da situação epidemiológica do Covid-19.
  • 14/01/2022 - A Organização Mundial de Saúde (OMS) deu luz verde na sexta-feira a dois novos medicamentos contra a Covid-19: baricitinib e sotrovimab. Um dos medicamentos é utilizado para tratar a artrite reumatóide e é recomendado para pacientes com sintomas graves de coronavírus, enquanto o outro é utilizado para pacientes com sinais não graves de coronavírus, mas em risco de hospitalização.
  • 12/01/2022 - Vacinar, testar pessoas com sintomas e garantir que profissionais de saúde estejam entre primeiros da fila para doses adicionais de vacina são ações fundamentais para salvaguardar os sistemas de saúde. Com a aceleração das infecções por COVID-19 nas Américas e a detecção da variante ômicron em pelo menos 42 países e territórios da região, a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde, Carissa F. Etienne, convocou os países a garantir que os trabalhadores de saúde tenham acesso a equipamentos de proteção e doses adicionais da vacina COVID-19, quando disponíveis.
  • 09/01/2022 - Diretor-geral Tedros Ghebreyesus destaca ser altamente possível prevenir e tratar o problema de saúde; no mês de conscientização sobre o tipo de câncer, agência da ONU lembra que a vacina do HPV pode salvar vidas.   
  • 11/12/2021 - A Escola Superior de Saúde “Dr. Ramón Carrillo ”(ESS) comemorou seus 75 anos e, como encerramento de sua agenda de eventos, realizou uma palestra virtual intitulada “A formação de profissionais de saúde na América; estrategia em rede", a cargo de Carlos Eduardo C. Batistella, coordinador de Cooperación Internacional da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV) do Brasil, uma das mais importantes instituições de ciência e tecnologia da América Latina.
  • 08/12/2021 - Para comemorar os 25 anos da Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde (RETS), a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) realizou, no dia 30 de novembro, a quarta oficina do ciclo ‘Os desafios da formação de técnicos de saúde durante a pandemia’, com o tema ‘O futuro das redes no mundo globalizado: desafios comuns e soluções compartilhadas’. As oficinas estão sendo realizadas em parceria com a Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde (RETS) e suas subredes: a Rede Ibero-Americana de Educação de Técnicos em Saúde (RIETS) e a Rede de Escolas Técnicas de Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (RETS-CPLP). A iniciativa conta também com apoio do Programa Subregional da Opas/OMS para a América do Sul, do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz) e da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz.
  • 02/12/2021 - As Nações Unidas revelaram que 274 milhões de pessoas em todo o mundo precisarão de ajuda e proteção de emergência no próximo ano. O total corresponde a um aumento de 17% em comparação com os 235 milhões no período anterior. Escritório para Assistência Humanitária vai precisar de US$ 41 bilhões para alívio e proteção de 183 milhões de pessoas; Moçambique é único lusófono coberto na resposta a 63 países; Afeganistão, Síria e Iêmen têm as maiores crises.  
  • 01/12/2021 - Enquanto especialistas trabalham para entender melhor a nova “variante de preocupação” designada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ômicron, a diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Carissa F. Etienne, pediu mais vacinação e medidas de saúde pública para garantir a melhor proteção possível contra o vírus. "A iniquidade da vacina está prolongando a crise da COVID-19, e é exatamente isso que estamos vendo com a chegada da Ômicron.” - Carissa F. Etienne, diretora da OPAS

Páginas