• 29/08/2014 - Membro e atual Secretaria Executiva da RETS, a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) comemorou, no dia 27 de agosto, 29 anos de fundação (completados em 19 de agosto) e 10 anos como Centro Colaborador da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a Educação de Técnicos em Saúde. Foi graças à essa designação da OMS em 2004 que,  em setembro de 2005, com a transferência da Secretaria Executiva para a EPSJV, a RETS foi reativada. A programação do evento incluiu conferências, debates, apresentação musical e lançamento de livros.
  • 28/08/2014 - Para discutir os principais aspectos da epidemia de Chikungunya na América do Sul e as melhores estratégias de combate à doença, a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e o Ministério de Saúde Pública do Paraguai promovem uma Oficina de Vigilância e Resposta específica sobre o tema. O evento, que conta com o apoio do ISAGS, ocorre em Assunção nos dias 26 e 27 de agosto, e antecede a reunião do Grupo Técnico de Rede de Vigilância e Resposta em Saúde (GT de Vigilância) do Conselho de Saúde Sul-Americano.
  • 26/08/2014 - Ao longo dos últimos anos, a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa (ESTeSL-IPL) tem realizado um forte investimento ao nível dos mestrados, procurando dar resposta às necessidades de formação sentidas pelos profissionais e recém-licenciados da área da saúde. Estão abertas as incrições para  o biênio 2014/2016 para 11 áreas da saúde.
  • 19/08/2014 - A OPAS/OMS no Brasil finalizou a consulta pública sobre o documento da Estratégia para Cobertura Universal de Saúde (CE154/12) cujo resultado foi sistematizado em um Relatório Técnico que incorporou as contribuições do país, com o propósito de garantir que a estratégia contemple as necessidades do Brasil e esteja em total consonância com os princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).
  • 15/08/2014 - Em palestra no curso de especialização em Pneumologia Sanitária, a pesquisadora do Centro de Referência Professor Hélio Fraga (CRPHF) Margareth Dalcolmo abordou a situação epidemiológica, os tratamentos usuais e as perspectivas com o advento das novas descobertas para a tuberculose (TB) resistente. “Hoje, existem no mundo aproximadamente 450 mil casos de tuberculose resistente e 150 mil mortes em decorrência dessa grave forma da doença. O Brasil, que apresenta uma queda consistente na mortalidade nos últimos dez anos, tem uma situação diferenciada em relação aos demais países da América Latina por contar com uma série de ações de controle e tratamento da tuberculose”. O CRPHF é vinculado à Escola Nacional de Saúde Pùblica (Ensp/Fiocruz).

Páginas