• 22/05/2019 - Ao apresentar os principais temas de discussão na Assembléia Mundial da Saúde às delegações dos países das Américas, Carissa F. Etienne, Diretora da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), instou-os a assegurar que suas intervenções refletissem a posição da Região em relação à universalidade. saúde, que inclui cobertura e acesso universal à saúde. A Assembléia Mundial da Saúde estará discutindo amplamente a cobertura universal de saúde, não apenas no plenário, mas também nas diferentes decisões que serão tomadas sobre o assunto. Em seu discurso aos delegados das Américas, a Diretora da OPAS lembrou o processo envolvido em alcançar um consenso em 2014 sobre a cobertura e acesso universal à saúde. 
  • 20/05/2019 - Opções de estilo de vida, como fazer exercício físico regular, não fumar ou beber em moderação, podem reduzir o risco de demência e declínio cognitivo. A afirmação é da Organização Mundial de Saúde, OMS, que publicou no dia 14 de maio a sua primeira lista de recomendações para evitar a demência. A agência prevê que o número de pessoas com esta condição degenerativa triplique nos próximos 30 anos. As novas recomendações procuram contrariar essa projeção e ajudar os profissionais de saúde e governos a desenvolver políticas nacionais.
  • 06/05/2019 - Alta comissária destaca resultados de sistema baseado em acesso a saúde pública e direitos humanos; número de mortes relacionadas com uso de drogas caiu drasticamente no país; transmissão de doenças infeciosas também baixou. Bachelet insistiu na ideia de que a “guerra às drogas” é impulsionada pela convicção de que a repressão pode vir a acabar com o uso de drogas, no entanto, para a responsável a realidade mostra o contrário.
  • 03/05/2019 - A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) apresentou na segunda-feira (29/4) um documento com orientações sobre migração e saúde para os países das Américas, sugerindo cinco linhas de ação para melhorar a saúde dos migrantes e das populações que os recebem. Além disso, a OPAS criou um portal para os membros com informações e recursos sobre a saúde dos migrantes nas Américas e em outras regiões.
  • 24/04/2019 - A Semana Africana de Vacinação (SAV), liderada pela Organização Mundial da Saúde em colaboração com parceiros e com a sociedade civil, começou na última segunda-feira (22/4) e vai até o próximo dia 28. Com diferentes objetivos, países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) enfatizam a importância da vacinação, do acesso universal e igualitário à ela e do engajamento dos governos na promoção de políticas efetivas de saúde para a população. Celebrada geralmente nos últimos dias de abril, a semana desta vez deu lugar a São Tomé e Príncipe como capital africana das campanhas.
  • 17/04/2019 - O World Mosquito Program Brasil (WMP Brasil) conduzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou, em parceria com o Ministério da Saúde, no último dia 15/4, a implementação do método Wolbachia em três cidades do país. Esse novo procedimento, já testado no Rio de Janeiro, consiste na liberação do Aedes aegypti com a bactéria Wolbachia, o que reduz a capacidade do mosquito de transmissão das arboviroses, como a dengue, zika e chikungunya. 
  • 15/04/2019 - A Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e a Rede Regional de Educação Interprofissional das Américas (REIP) anunciam o segundo webinar do ano, que acontecerá no próximo dia 22/5 das 13h às 14h (na hora de Washington, D.C.). Aberto a todos e conduzido pela Dra. Barbara Brandt da Universidade de Minnesota e pelo Dr. Joseph Zorek da Universidade de Wisconsin-Madison, este webinar destacará as tendências e atividades em educação interprofissional e prática colaborativa para alcançar a saúde universal.
  • 08/04/2019 - No âmbito do dia mundial da saúde, o Ministério da Saúde do Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançaram o edital do “Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal", na última sexta-feira (5/4). Com o objetivo de identificar, visibilizar, reconhecer e promover iniciativas municipais, estaduais ou regionais que tenham como foco a melhoria da atenção primária à saúde (APS), principalmente sobre o acesso, as inscrições serão feitas de forma gratuita. 
  • 08/04/2019 - O Pacto Global e a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), com o apoio da ONU Mulheres, lançaram a plataforma Empresas com Refugiados, no último dia três de abril, em São Paulo. A iniciativa visa, principalmente, a valorização de práticas que beneficiem a empregabilidade de pessoas refugiadas por empresas brasileiras.
  • 05/04/2019 - As mulheres vivem mais do que os homens, principalmente em países ricos. O relatório anual World Health Statistics 2019 – desagregado por sexo pela primeira vez – lançado no último dia 4 explica por quê. “Por trás de cada número nessas estatísticas mundiais de saúde está uma pessoa, uma família, uma comunidade ou uma nação. Nossa tarefa é usar esses dados para tomar decisões políticas baseadas em evidências, que nos aproximem de um mundo mais saudável, seguro e justo para todos”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Páginas