• 06/09/2019 - Segundo o El País, a Organização Mundial da Saúde alertou o "aumento dramático" do sarampo na Europa, uma doença infecciosa evitável por vacinas que pode ser fatal ou causar sequelas graves. Embora a tendência seja global, a Europa está especialmente preocupando a OMS pelo declínio que o continente sofreu no controle da doença. Quatro países, Reino Unido, Grécia, Albânia e República Tcheca, perderam em 2018 o status de "país livre de sarampo", o que significa que o vírus voltou a circular de forma autóctone. É a primeira vez que isso ocorre desde que a OMS estabeleceu esse processo de revisão de dados em 2012.
  • 06/09/2019 - Ao menos 257 milhões de portadores crônicos da hepatite B em todo o mundo, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde. Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) traçaram a evolução e dispersão de um dos perfis genéticos do vírus da hepatite B nas Américas, responsável por casos de desenvolvimento de câncer de fígado. Eles descobriram que, dos dez subgenótipos (do genótipo D) existentes, pelo menos cinco circulam no continente americano (D1, D2, D3, D4 e D7). Destes, apenas o D7 não foi identificado como circulante no Brasil. O subgenótipo D1 foi o mais prevalente na Argentina e Canadá, assim como o D2 nos Estados Unidos, o D3 no Brasil, e o D4 em Cuba e no Haiti.
  • 06/09/2019 - A OMS publicou orientações atualizadas sobre o uso de contraceptivos. As novas diretrizes levam em conta as confirmações de um estudo revelando que mulheres com um alto risco de contrair HIV podem usar qualquer forma de contracepção reversível. Entre esses métodos que, segundo a pesquisa, não representam um aumento do risco de infecção, estão injetáveis, implantes e os dispositivos intrauterinos de cobre, também conhecidos como DIUs. A diretora da Organização enfatiza, no entanto, que o uso correto e consistente desses métodos contraceptivos não protege tanto do HIV como de outras infecções sexualmente transmissíveis.
  • 30/08/2019 - Segundo dados da Opas, mais de 34% da população da América Latina e Caribe não dispõem de água potável gerida com segurança, e apenas 22% possuem serviços de esgotamento sanitário. A estimativa é de que cerca de 7.600 crianças menores de 5 anos morram anualmente por doenças diarreicas na região. Estima-se que a cada R$1 gasto em saneamento, R$4 sejam economizados em saúde. Os dois temas estão presentes nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 3 e 6 e serão foco de um evento na Fiocruz no início do ano que vem. Para isso, a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (ENSP/Fiocruz) promoveu um debate sobre a organização do Seminário Nacional de Saneamento, Saúde e Direitos Humanos na Agenda 2030, na última terça-feira (20/8). Saiba mais!
  • 26/08/2019 - A Organização Pan-Americana da Saúde apoia o governo do Brasil a combater o bicho-de-pé, causado por um inseto que provoca hiperinfestações em regiões remotas e pobres do país, como aldeias indígenas, comunidades rurais e favelas de grandes cidades. A doença também conhecida como tungíase é provocada por uma pulga, que se alimenta do sangue de humanos e animais. Desde 2018, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), do Ministério da Saúde, realiza atividades com a agência da ONU em áreas vulneráveis, a fim de tratar casos graves da enfermidade.
  • 23/08/2019 - A OIT e o Centro Interamericano para o Desenvolvimento do Conhecimento na Formação Profissional promoveram uma conferência sobre os desafios para o futuro do trabalho na região da América Latina e Caribe, no início do mês de agosto no Uruguai. O evento debateu a necessidade de promover a transformação e a inovação na formação de talento humano na região, com o objetivo de responder aos desafios presentes e futuros do mundo do trabalho. 
  • 23/08/2019 - Com o objetivo de fortalecer a transparência da ação climática na América Latina e Caribe, em sintonia com o Acordo de Paris, foi promovido nesta terça-feira (20) em Salvador, Bahia, o workshop “Elaborando oportunidades de aprendizagem entre pares Sul-Sul”. O evento integrou as atividades da Semana do Clima da América Latina e Caribe. Oito países da região participaram do encontro: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Panamá e República Dominicana. Saiba mais!
  • 12/08/2019 - O sarampo é uma infecção grave e altamente contagiosa causada por um vírus. A região das Américas confirmou 2.927 casos da doença neste ano. Os dados são da mais recente atualização epidemiológica da Organização Pan-Americana da Saúde, Opas, com dados fechados na última quarta-feira, 7 de agosto. No mês de julho, a doença foi identificada em 14 países. A maior proporção foi registrada nos Estados Unidos, seguida do Brasil e da Venezuela.
  • 09/08/2019 - O aumento dos níveis quase universais de amamentação pode salvar mais de 800.000 vidas anualmente, especialmente crianças com menos de 6 meses de vida. Além disso, o aleitamento reduz o risco de câncer de mama e ovário, diabetes mellitus tipo 2 e doença cardíaca em mães que amamentam. Para que a mãe e o bebê tenham a oportunidade de estabelecer essa relação, é importante que existam redes de apoio. O assunto é tema central desse mês, o agosto dourado.
  • 06/08/2019 - O questionário que será aplicado no Censo Demográfico 2020 foi divulgado na semana passada, em meio a um embate entre o corpo técnico e a direção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que vem se desenrolando desde o início do ano. Indicada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, a nova presidente do instituto, Susana Guerra, que tomou posse no final de fevereiro, recebeu a tarefa de reduzir em 25% o orçamento do Censo, previsto inicialmente em R$ 3,2 bilhões. A missão foi dada ao economista Ricardo Paes de Barros, do Insper, e desagradou o corpo técnico do IBGE. Desde o anúncio do corte, a Associação dos Trabalhadores do IBGE (Assibge-SN) vinha alertando que uma diminuição no questionário poderia causar a quebra de séries históricas de dados sobre a população brasileira.

Páginas