• 08/04/2019 - No âmbito do dia mundial da saúde, o Ministério da Saúde do Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) lançaram o edital do “Prêmio APS Forte para o SUS: Acesso Universal", na última sexta-feira (5/4). Com o objetivo de identificar, visibilizar, reconhecer e promover iniciativas municipais, estaduais ou regionais que tenham como foco a melhoria da atenção primária à saúde (APS), principalmente sobre o acesso, as inscrições serão feitas de forma gratuita. 
  • 05/04/2019 - As mulheres vivem mais do que os homens, principalmente em países ricos. O relatório anual World Health Statistics 2019 – desagregado por sexo pela primeira vez – lançado no último dia 4 explica por quê. “Por trás de cada número nessas estatísticas mundiais de saúde está uma pessoa, uma família, uma comunidade ou uma nação. Nossa tarefa é usar esses dados para tomar decisões políticas baseadas em evidências, que nos aproximem de um mundo mais saudável, seguro e justo para todos”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS).
  • 01/04/2019 - Fiocruz Brasília lança a Coleção de Saúde, Ambiente e Sustentabilidade da Série Fiocruz – Documentos institucionais na última quarta-feira (27/3), como parte da programação do 2º Ciclo de Debates de Saúde, Ambiente e Sustentabilidade. A publicação foi apresentada pelo coordenador da área de Saúde e Ambiente da Vice Presidência de Ambiente, Atenção e Promoção da Saúde (VPAAPS) e do evento, Guilherme Franco. 
  • 01/04/2019 - Oito especialistas* em direitos humanos das Nações Unidas pediram aos Estados, às organizações internacionais e ao setor privado que mostrem solidariedade aos países da África Austral após a passagem do ciclone Idai. Dados oficiais apontam que 501 pessoas morreram, 1.523 ficaram feridas e mais de 1,85 milhão foram afetados em Moçambique, o país mais assolado pelo desastre. No Zimbabué, pelo menos 185 pessoas perderam a vida, 200 ficaram feridas e 250 mil foram deslocadas. Já no Maláui, foram confirmados 60 mortos, 672 feridos e pelo menos 868 mil deslocados.
  • 01/04/2019 - O Dia Mundial da Saúde é celebrado em todo 7 de abril, e, neste ano, marca o fim das comemorações do 70º aniversário da Organização Mundial da Saúde. Na região das Américas, estas celebrações foram enquadradas sob o tema "Saúde universal: para todas e todos, em todos os lugares". Com o lema 'saúde universal', o objetivo das campanhas é garantir que todas as pessoas tenham acesso, sem discriminação, a serviços integrais de qualidade, sem enfrentar dificuldades financeiras. 
  • 28/03/2019 - O material didático produzido para o Curso de Aperfeiçoamento em Educação Popular em Saúde(EdPopSUS), coordenado pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) em parceria com o Ministério da Saúde, será utilizado pelo Projeto Itinerário do Saber, financiado pelo Ministério da Saúde com o objetivo de promover estratégias para a qualificação dos profissionais de saúde de nível médio/técnico, fortalecendo o Sistema Único de Saúde (SUS). 
  • 18/03/2019 - Relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas para o HIV/Aids (Unaids) estima que 99% de viciados em drogas injetáveis são afetadas pelo vírus HIV; mais de metade dos 10,6 milhões que injetavam drogas em 2016 viviam com hepatite C e uma em oito com HIVO. De acordo com o documento, as promessas de melhorar os resultados de saúde para as pessoas que injetam drogas ainda não foram cumpridas. 
  • 15/03/2019 - A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) está oferecendo mais capacitações e apoio aos profissionais responsáveis por registrar dados precisos sobre mortalidade e morbidade na América Latina e no Caribe. Essa iniciativa compõe os esforços para melhorar a qualidade, a pertinência e a uniformidade das informações que servem de base para muitas decisões no âmbito da saúde pública.
  • 07/03/2019 - O relatório “A carga dos transtornos mentais na região das Américas, 2018” (em inglês e em espanhol), indica que os países da região devem aumentar o nível de financiamento atual para atender de forma satisfatória as necessidades das pessoas com transtornos mentais. Os déficits de financiamento em saúde mental variam de três vezes a mais que os gastos atuais em países de alta renda a 435 vezes os gastos nos países de mais baixa renda da região.
  • 07/03/2019 - A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, no doa 6 de março, reformas mais abrangentes para modernizar e fortalecer o organismo internacional. As mudanças ajudarão a instituição a desempenhar seu papel como principal autoridade mundial em saúde pública de forma mais eficaz e eficiente.As reformas foram projetadas para apoiar os países a atingirem as metas ambiciosas de 'três bilhões', que estão no centro do plano estratégico da OMS para os próximos cinco anos: “um bilhão de pessoas a mais se beneficiando da cobertura universal de saúde; mais um bilhão de pessoas melhor protegidas das emergências de saúde; e mais um bilhão de pessoas desfrutando de melhor saúde e bem-estar”.

Páginas