• 21/05/2018 - Quase um bilhão de pessoas serão vacinadas contra a febre amarela em 27 países africanos de alto risco até 2026 com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS), Gavi – the Vaccine Alliance, UNICEF e mais de 50 parceiros na área de saúde.  O compromisso faz parte da estratégia Eliminate Yellow fever Epidemics (EYE) na África, que foi lançada, na terça-feira, dia 10 de abril, por edros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS; pelo professor Isaac Folorunso Adewole; pelo Ministro da Saúde da Nigéria; e parceiros em uma reunião regional em Abuja, Nigéria.  
  • 18/05/2018 - A criação da União das Nações Sul-Americanas se baseou na aspiração de uma maior integração regional, que, por sua vez, resultasse no melhor bem-estar possível para as cidadãs e os cidadãos do Sul, em harmonia com a natureza, em um ambiente de paz, equidade, inclusão e justiça. Nas últimas semanas, se especulou muito sobre o papel da Unasul e dos resultados práticos da integração regional. Para alimentar o debate, o Isags preparou um dossiê inédito sobre a integração sob um ponto de vista da Saúde.  
  • 16/05/2018 - Os Estados-membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) aprovaram o Plano Estratégico de Cooperação em Saúde para o período compreendido entre os anos de 2018 e 2021. O documento “PECS-CPLP 2018-2021 – Eixos Estratégicos, Áreas e Projetos” foi aprovado pelo Grupo Técnico em Saúde (GTS-CPLP), após acomodação de propostas nacionais pelas entidades assessoras Fiocruz, do Brasil, e  Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT), de Portugal, com o apoio do Secretariado Executivo da CPLP. 
  • 15/05/2018 - A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou na última segunda-feira (14/05) o REPLACE, guia com um passo-a-passo para eliminar do suprimento global de alimentos os ácidos graxos trans produzidos industrialmente. A eliminação das gorduras trans é fundamental para proteger a saúde e salvar vidas. A OMS estima que, a cada ano, a ingestão de gordura trans leva a mais de 500 mil mortes de pessoas com doenças cardiovasculares.Gorduras trans produzidas industrialmente estão contidas em gorduras vegetais hidrogenadas, como margarina e ghee, e estão frequentemente presentes em salgadinhos, alimentos assados e frituras. Os fabricantes costumam usá-las, pois têm uma vida útil mais longa do que outras gorduras. No entanto, alternativas mais saudáveis podem ser usadas, não afetando o sabor ou o custo dos alimentos.
  • 14/05/2018 - Mais de 5 anos após a Rio+20, a CEPAL recepcionou, entre 18 e 20 de abril, em Santiago, a 2a Reunião do Fórum dos Países da América Latina e Caribe sobre Desenvolvimento Sustentável. O contexto econômico é ainda desfavorável e o cenário político na região é bastante distinto do que se apresentou na Rio+20. O fórum priorizou os debates sobre os ODSs 6, 7, 11, 12 e 15, que tratam respectivamente de água e saneamento; energia; cidades; produção e consumo sustentáveis; e ecossistemas e biodiversidade, tendo como referência o “2o Informe Anual sobre o Progresso e Desafios Regionais da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na América Latina e Caribe”.

Páginas