• 19/10/2016 - A Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram o tema do terceiro Seminário Virtual da Rede Internacional de Educação de Técnicos em Saúde (RETS), organizado em parceria com a Rede de Escolas de Saúde Pública (RESP) e com a Rede de Institutos Nacionais de Saúde (RINS).  O evento, realizado no 18 de outubro, no Auditório da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz) teve como debatedores o ex-presidente e atual coordenador do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz, Paulo Machiori Buss e o secretário executivo da RINS, Felix Rosenberg. Veja as apresentações, ouça o áudio e assista o vídeo do debate transmitido pelo Facebook da RETS . Em breve, os vídeos do evento também também estarão disponíveis  no canal Youtube da RETS.
  • 18/10/2016 - Nova informação publicada pela Organização Mundial da Saúde no Informe Global sobre Tuberculose 2016 mostra quais países necessitam se mobilizar mais rápido para prevenir, detectar e tratar essa doença se é que querem alcançar os objetivos globais.
  • 18/10/2016 - A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID, sigla em inglês) firmou um acordo de colaboração com a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), concedendo mais de US$ 31 milhões para melhorar a saúde na América Latina e no Caribe durante os próximos cinco anos.
  • 06/10/2016 - Uma nova publicação com histórias de sucesso e inovação no combate a doenças infecciosas negligenciadas (disponível em inglês e espanhol) apresenta as melhores práticas nos países das Américas para controlar e eliminar 11 doenças que afetam principalmente as pessoas que vivem em extrema pobreza, grupos indígenas, comunidades rurais e áreas urbanas marginalizadas de grandes cidades.
  • 04/10/2016 - O governo dos Estados Unidos anunciou a disponibilidade de um Fundo de Investimento para Populações-chave (KPIF, da sigla em inglês Key Populations Investment Fund) no valor de 100 milhões de dólares. O objetivo é promover iniciativas de qualidade, lideradas por populações-chave, nas áreas de prevenção, cuidados e tratamento para HIV/AIDS e resposta a fatores sociais e estruturais – como preconceito, discriminação, violência e violação dos direitos humanos – que afetam de forma negativa o acesso e a permanência das populações-chave nesses programas. O prazo para inscrições vai até o dia 21 de outubro de 2016.

Páginas