• 21/07/2014 - No marco dos preparativos para a realização da XX Conferência Internacional de Aids na cidade de Melbourne, Austrália, no período de 21 a 25 de julho de 2014, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lança as novas “Diretrizes consolidadas sobre a prevenção do HIV, diagnóstico, tratamento e atenção para as populações-chave”. As recomendações da OMS elencam um conjunto de passos para que os países possam reduzir novas infecções pelo HIV e aumentar o acesso ao teste de HIV, tratamento e atenção para cinco populações-chave, dentre elas, homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo, usuários de drogas injetáveis, população prisional e população trans. Essas pessoas estão em maior risco de infecção pelo HIV e ainda estão menos propensas a ter acesso à prevenção, testes e serviços de tratamento. Em muitos países, são deixadas de fora dos planos nacionais de HIV e a existência de leis e políticas discriminatórias são as principais barreiras para o acesso.
  • 15/07/2014 - Enquanto os líderes mundiais se reúnem na Assembleia Geral das Nações Unidas para avaliar os esforços feitos desde 2011 no controle doenças não transmissíveis (DNTs), como doenças cardíacas, câncer, diabetes e doença pulmonar crônica, a publicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre os perfis dos países em doenças crônicas mostra que o progresso tem sido insuficiente e desigual.
  • 07/07/2014 - Conforme definido no Plano de Trabalho da RETS, ainda este ano serão publicadas duas edições especiais (setembro e dezembro) com relatos de experiências na área de formação de trabalhadores técnicos em saúde. Todas as experiências são fundamentais para ampliar a reflexão sobre inúmeras questões referentes à formação desses trabalhadores que, apesar de exercerem um papel relevante nos sistemas nacionais de saúde, nem sempre têm sua importância reconhecida.Veja como participar e não deixe de nos enviar o seu relato.
  • 03/07/2014 - A Escola de Tecnologias em Saúde da Universidade da Costa Rica (ETS/UCR), que sediou a primeira Secretaria Executiva da RETS, está dando andamento a um projeto de reativação e funcionamento da RETS na região da América Central e Caribe. A iniciativa, que está sendo coordenada pela diretora da Escola, Xínia Alvarado Zeledón, visa recriar um espaço que permita compartilhar e trocar experiências e conhecimentos relacionados aos âmbitos acadêmico e laboral; enriquecer a formação, ampliando o aprendizado técnico em saúde em toda a região; desenvolver projetos conjuntos de pesquisa e ação social relacionados às tecnologias de saúde, além de contar com um interlocutor regional para atrair a cooperação internacional para o desenvolvimento na área.
  • 01/07/2014 - O livro ‘Sessão de casos ginecológicos’, organizado por Simone Maia Evaristo e lançado no final de 2012 pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), foi utilizado em um curso de aperfeiçoamento de citotecnicos em Guiné-Bissau. O curso, que teve 12 dias de duração, foi oferecido pela ONG espanhola Mujer y Madre no contexto de uma campanha de luta contra o câncer de colo uterino que a organização promoveu em junho naquele país. Por conta da campanha, profissionais que atuam na área de citotecnologia puderam dar continuidade a sua formação, contando com o apoio de especialista em anatomia patológica, que ministrou as aulas, as lâminas coletadas durante a campanha para análise prática e os livros ‘Sessão de casos ginecológicos’ e ‘El sistema Bethesda para informar La citologia cervical’ como base teórica.

Páginas